16 de agosto de 2005

10 abafos


(um) Há sempre duas estradas na mesma, ainda que tenham um só nome. Sim. Têm nomes de família e também nome próprio. A familia IP, a IC e família mais rica chamada A. Ah, pois... e há ainda uma velha família que ainda detém um título assim para o nobre, mas na maior parte dos casos já está completamente arruinada. Refiro-me às saudosas EN.(dois) E dizia eu que as estradas são sempre duas: uma para ir e outra para voltar; uma que aproxima e outra que afasta; uma que junta e outra que separa...(três) É por isso que os pensamentos têm direcções e os sentires riscam sentidos assim como setinhas nos mapas emocionais.(quatro) E não se pense apenas no prosaico "vamos para a festa!" - "vimos da festa..." porque a festa tem muitos sentidos e vir da festa pode ser mesmo ir para uma autêntica festa!(cinco) Pois eu já percorri muitas estradas e fui a muitos sítios.(seis) Também já quis fugir de mim e então ia e vinha por caminhos diferentes para estar sempre só a ir. Mas isso era no tempo em que ainda não me tinha apercebido que cada estrada era duas e que aquele de quem eu fugia ia ali sempre comigo também a fugir do mesmo.(sete) Agora é diferente. Vamos juntos e conversamos e até descobrimos que somos mais.(oito) E mais. Frequentemente trazemos outros e dramatizamos ali coisas que acontecem e que não acontecem.(nove) Fica para outras viagens o saber se isto serve para alguma coisa ou se é só para entreter quilómetros.(dez) Em todo o caso vou colocar um autocolante atrás a dizer: "miúdos a bordo".

(Piações de uma gaivota em terra)

3 comentários:

ixtrada disse...

Foxkaxxxxxe
kukalorktá
falax em casakux ????

Tex maradu n? e dex ??? dex caxakux??? xiiiiiiii !!!!

Ondandaxtu? Polunorte?

Eu ká polilon e axim botoex e fexux de correrrrr ..
nexa mexma extrad ...

Anónimo disse...

as travessias evocam asfaltos em número infinito... são assim aparentadas do mar... que é sempre livre e faz-se acompanhar da recriação de si...
contador... os números nem sempre são lógicos e sugestivos...
:)


Buganvília

Gregorio Salvaterra disse...

e que estrada!...
podex traduxir ixo axim pa portuguex?


Buganvília
os logo-números apenas pretendem criar a ilusão que disfarça mal a desordem da existência.
(Admira-me como ainda só descobriram 37 números primos... )
Beijos