19 de junho de 2006

Princípio G-eme

Andei algum tempo indeciso mas os acontecimentos ultimamente noticiados nos breves intervalos mundialenses activaram a minha coragem A gê-eme é uma verdadeira musa inspiradora quando se azambuja em deslocalizações anunciadas Assim vou mandar um esse-eme-esse ao primeiro ministro zé só É o diminutivo de josé sócrates Ele entra-me em casa tantas vezes que eu tomo a liberdade de o tratar assim E o tal esse-eme-esse é apenas isto
Karo xe xocratx 1º minixtro konvidut p almoxar cmg amnha
E só depois é que lhe faço a proposta Mas só depois da segunda garrafa de pêra manca E que é assim
O nosso país tem abundante mãodobra altamente especializada e uma verdadeira apetência pelo sector Como introdução acho que vai muito bem Valoriza os atributos nacionais e cria uma expectativa positiva Aí ele fica interessado e eu disparo Proponho-me criar mil empregos e assim só te ficam a faltar cento e quarenta e nove mil Sinto o interesse e a curiosidade dele a crescer e é a altura de concretizar a coisa
Deixemo-nos de rodeios dás-me os mesmos oitenta milhões de euros que outros deram à gê-eme e eu abro uma fábrica de punhetas de bacalhau virada para o consumo interno e também para a exportação Contratualizamos que eu dou emprego a mil trabalhadores durante doze anos de modo que só vou chatear outro que já não és tu a dizer que mudo a fábrica para a roménia porque lá cada punheta fica mais barata Deixa lá que o outro Talvez o marques men10 há-de concordar em pagar a diferença e a coisa continua É claro que nessa altura os trabalhadores não têm outro remédio senão ajudar à dramatização e fazem uma greve E o primeiro ministro da altura há-me mostrar o seu empenho pessoal fazendo constar que me telefonou pessoalmente e que até me arranjou umas tailandesas para me fazer umas massagens e cortar-me as unhas dos pés porque eu nessa altura já terei alguma dificuldade em me dobrar Bicos de papagaio e pê-dê-i tazaver
Não há como dizer que não
A seguir convido o predisente a bater a primeira pedra e a probabilidade de ser condecorado no próximo dez de junho é altíssima apenas ameaçada pela remota hipótese de portugal ganhar o mundial porque aí tenho à minha frente o scalori e o mandaril os jogadores o cozinheiro o roupeiro o motorista do autocarro o antigo presidente ex jorge sampaio que até comeu um pigue méque com grave risco para o seu colesterol E mais toda a selecção brasileira por ficarem em segundo lugar e falarem português Terei que me conformar mas a fábrica está no papo

1 comentário:

ailéh disse...

oh da casa....
óooo moçoilo tu começa.me a fazer parágrafos que eu na tenhe saco de ar pra ler iste de seguidinha , só tomei ar quendo soltei algumas gargalhadas ....gostei da escrita sem siglas... rs
bezzzitos