14 de dezembro de 2005

sound check


Não sei se alguém ouve o sururu que vai aqui nas conversas entre mim.
As arrumações e armações às vezes armadilham-nos o verbo e entrançam os pensamentos assim numa mescla de sabores entre a hesitação e a audácia. Contudo espraio-me... na vontade de ir ali ao futuro olhar para trás.

1 comentário:

sUrUrU disse...

Dir-te-ia,

esse olhar,

É o som exposto, belo, translúcido, audível dos acordes puros nos sentires vibrados livremente pelo ar.

É a pulsação da Vida!

É som antepassado das cordas
esticadas pela vida!

É o som adivinhado.

sururu